-->

07 agosto 2012

Katanagatari - Anime Review

Katanagatari é um lindo anime que se passa no período Edo do japão. Constituído de 12 episódios de 50 minutos ele foi exibido ao longo de 2010 (com um episódio sendo lançado a cada mês).
Ficha técnica
Título da série: Katanagatari
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Romance
Número de episódios: 12 (de 50 minutos cada)
Estúdio: White Fox (o mesmo estúdio de "Steins;Gate" e "Jormungand")

Aberturas e Encerramentos

OP 01: "Meiya Kadenrō"  por Minami Kuribayashi (eps 1-7)
OP 02: "Katana to Saya" por ALI PROJECT (eps 8-12)


Cada um dos 12 episódios tem seu próprio encerramento:ED01: "Tasogare no Gekka"por Yousei Teikoku
ED02: "Refulgence" por Shoujobyo
ED03: "Senbon Sennyo no Hamari Uta"por Aki Hata
ED04: "Kyomu no Hana"por kukui
ED05: "Ai to Makoto" por Yukari Tamura
ED06: "Yuki no Onna" por ALI PROJECT
ED07: "Mayoigo Sagashi" por Mai Nakahara
ED08: "Karakuri Nemuridan" por nomico
ED09: "Akashi" por Annabel
ED10: "Ina, to Hime wa Subete o Katarazu" por Haruka Tomatsu
ED11: "Bōrei-tachi yo Yabō no Hate ni Nemure"por Faylan
ED12: "Toki Sude ni Hajimari o Kizamu" por Minami Kuribayashi

Já comentarei aqui minha opinião acerca das EDs e OPs: Imagino que o fato de que este anime foi exibido durante um ano tenha possibilitado que ele tivesse uma ending diferente para cada episódio. Isso é interessante na medida em que as Endings de Katanagatari formam uma compilação bem diversa de músicas muito boas. As EDs variam entre melodias mais calmas e mais agitadas, enquanto que as duas OPs são bem animadas em tem um rítimo mais acelerado (próprio para um anime com muita ação como Katanagatari).


Deixo aqui duas faixas da OST (original sound track) do anime usadas em cenas de ação, ambas as quais eu gosto bastante: "Bahasa Palus" e "月刀歌" (não sei a tradução exata do título desta última música, só sei que os três kanjis que o compõe significam, nessa ordem, "Lua" ou "mês", "Espada" e "Canção").

Para os interessados em baixar as aberturas e encerramentos nas suas versões completas (de +- 4minutos cada) e com boa qualidade siguam o link, Este é o site que eu uso para baixar músicas de animes (é necessário fazer um cadastro para poder efetuar o download, tudo de graça e com o meu selo de qualidade!).
Shichika e Togame
Spoiler Alert: Farei o meu melhor para limitar a quantidade de spoilers, principalmente acerca do final do anime (o qual não me atrevo a estragar para os leitores), entretanto alguns spoilers serão intevitáveis.
Sinopse:
O grande artesão de espadas Shikizaki Kiki criou 1000 espadas durante sua carreira, a posse de espadas do mesmo estava diretamente relacionada ao poderio militar de um estado no Japão Feudal. Após o Xogunato Owari emergir vitorioso, o atual xogun (no anime) coletou 988 das epadas de Shikizaki. Entretanto, as 12 espadas restantes representam o auge da carreira do artesão, de forma que armado com apenas uma delas, um indivíduo pode sobrepujar um exército inteiro.
À estrategista do Shogunato, Togame, foi incunbida a tarefa de recuperar as 12 espadas restantes. Inicialmente, ela recorreu aos ninjas Maniwa, entretanto, após estes recuperarem uma das 12 espadas e verem o seu potencial, eles a mantiveram para si. Após a tentativa fracassada, Togame recorreu ao maior espadachim do japão, Sabi Hakuhei(falarei dele mais tarde), entretanto o que ocorreu com os ninjas se repetiu, e Sabi manteve a espada para si.

O anime se inicia no seguinte ponto:
De forma a evitar que aqueles aos quais ela repassasse a tarefa de recuperar as espadas as mantivessem para si, Togame vai até Yasuri Shichika, o sétimo e último praticante do Kyotoryuu - um estilo de luta desarmada - visto que como o seu estilo de luta dispensa o uso de armas, ele não cobiçaria as espadas para si. De forma a convencer Shichika a ajudá-la em sua tarefa, ele resolve recorrer não ao dinheiro ou à honra, mas sim ao amor...
Togame declarando que "permite" que Shichika se apaixone por ela.
Personagens:
Yasuri Shichika

O pai de Shichika e sexto mestre do Kyotoryuu, Mutsue, foi o héroi da rebelião contra o shogunato tendo lutado em prol deste. Após a rebelião, o xogun exilou Mutsue e sua família em uma ilha, por medo do grande poder do estilo de luta. 20 anos se passaram, sendo que durante esse tempo, Shichika foi treinado por seu pai para se tornar o sétimo mestre do Kyotoryuu.
Shichika treinando com seu pai
Por ter crescido a vida inteira numa ilha deserta, apenas com seu pai, mãe e irmã, Shichika não sabe interagir com a sociedade. Shichika é extramente protetor de sua irmã, Nanami, tendo chegado ao ponto de matar seu pai para protegê-la.

Shichika, sendo o sétimo mestre do Kyotoryuu, possui incríveis habilidades físicas e maestria nas artes marciais. O estilo de luta do qual ele é mestre é considerado o estilo de assassinato mais poderoso, um estilo no qual espadachins lutam sem espadas. Shichika não é um espadachim que não usa espadas, mas sim um espadachim que não consegue usar espadas, qualquer tentativa do mesmo tem resultados desastrosos.

Shichika Hachiretsu: Técnica final de Shichika na qual ele golpeia o oponente de 7 formas diferentes simultaneamente
Togame

Descendente de um senhor feudal que liderou uma grande rebelião contra o xogunato, Togame viu seu pai ser assassinado pelo sexto mestre do Kyotoryuu (e pai recém falecido de Shichika) durante tal conflito.
Togame, ainda com a identidade de Princesa Yosha, vê seu pai sendo morto por Mutsue Yasuri
Togame recorre a ajuda de Shichika de certa forma por falta de outras opções, pois somente um mestre do Kyotoryuu não ficaria tentado a possuir uma espada de Shikizaki Kiki, seja por dinheiro (cada uma das 12 espadas ainda não obtidas pelo xogunato vale o suficiente para comprar um país pequeno) ou pela honra de se manejar uma destas espadas. Após conseguir virar uma estrategista do shogun, Togame deseja obter as espadas restantes para poder obter uma audiência privada com o mesmo e assim exercer sua vingança pelo seu pai e sua família contra o Xogunato.


Togame estabelece 4 regras com Shichika quando eles iniciam sua busca pelas espadas:
1) Não quebrar as epadas.
2) Protegê-la. Pois recuperar as epadas de nada serviria se ela morresse.
3) Proteger a si mesmo. Não que ela estivesse se importando com ele... Ela só não queria que ele morresse antes de eles recuperarem todas as epadas.
4) Proteger a si mesmo. Dessa vez ela está se preocupando com ele...

Quanto à sua personalidade:
Togame tem uma personalidade fria e calculista por vezes, e desastrada em outras. Ela é facilmente irritada e envergonhada, principalmente por Shichika e pela Princesa Hitei ( com a qual, Togame divide uma grande antipatia). 
Togame envegonhada
Togame  acaba adontando para si a expressão extrangeira "Cheerio", ao confudir essa palavra que significa "adeus" com  "Chest!" que é algo dito para motivar e animar. Ela fica tão envergonhada quando descobre seu erro que decide popularizar a expressão "Cheerio" pelo japão de forma a mascarar seu erro.
Ninjas Maniwa

Um clã de Ninjas organizado em esquadrões (Pássaro, Peixe, Inseto e Besta), os ninjas Maniwa foram contratados por Togame para recuperar as 12 espadas restantes de Shikizaki Kiki. Após obterem uma destas espadas e perceberem o seu grande valor, tanto em questão de dinheiro quanto poder, o clã decidiu obter todas as espadas para si. Ao longo de sua jornada, Togame e Shichika se deparam várias vezes com o clã ninja.

Nanami Yasuri


Irmã mais velha de Shichika, Nanami deixou de ser escolhida por seu pai para ser a sétima mestra do Kyotoryuu em lugar de seu irmão. O seu pai tomou esta decisão, pois temia que Nanami se tornasse poderosa demais caso dominasse tal estilo de luta. Nanami possui a habilidade de conseguir copiar qualquer técnica após vê-la apenas uma vez e de dominâ-la por completo após vê-la duas vezes. Embora ela seja absurdamente forte, ela possui um corpo fraco que a limita, não conseguindo acompanhar seu potencial. Mais a frente no anime, Nanami obtêm a sétima espada, Bita, e faz seu irmão lutar com ela pela mesma.
Princesa Hitei
Uma princesa que reside no castelo do Xogunato Owari, Hitei possui uma grande rivalidade com Togame, tramando eternamente contra ela. No anime foi sugerido que ela é uma descendente de Shikizaki Kiki. A princesa Hitei possui um Shinobi (um ninja) extremamente habilidoso sob seu comando, Emonzaemon Sōda.
Emonzaemon, Shinobi a serviço da
Princesa Hitei
As doze espadas de Shikizaki Kiki
De maneira geral, cada episódio do anime se centra em uma espada e no processo de se obtê-la, geralmente com a espada estando na posse de uma pessoa que já dominou a maneira correta de manejá-la. Nem todas as espadas são "espadas" no sentido literal da palavra, algumas delas são armaduras, autômatos e até mesmo pistolas. Abaixo, montei uma compilação com as 12 espadas, seus nomes e traduções.


Execução:
A série teve uma ótima evolução ao longo dos 12 episódios. Os personagens foram muito bem trabalhados e o desenvolvimento da relação amorosa de shichika e Togame foi extremamente cativavante. Katanagatari conta com uma grande quantidade de personagens, cada um com suas próprias personalidades, desejos e motivações, todos os quais foram muito bem trabalhados e explorados.
A relação amorosa entre Shichika e Togame que foi muito bem
desenvolvida no anime 
Além do desenvolvimento dos personagens, Katanagatari contou com muitas cenas de ação que foram reforçadas por sua animação e trilha sonoras únicas. Katanagatari conta com muitas sutilezas como os detalhes dos olhos de cada personagem, que são sempre diferenciados.
Reparem nos olhos da pesonagem, cujas pupilas tem o formato de peças de shougi
A série teve um final inesperado para mim e que me pegou de surpreso (me refiro ao final do episódio 11 e início do 12), não entrarei em detalhes sobre o mesmo, pois estaria estragando-o para os leitores. Embora tenha fugido muito daquilo que eu esperava (e desejava), o último episódio foi excelente e creio ter sido um final digno para a série. Fiquei um pouco bravo com o final, mas afirmo que o episódio 12 foi o melhor do anime inteiro (nele  é exibido o verdadeiro poder do Kyotoryuu).

A única coisa que realmente me desapontou sobre o anime foi o fato que que talvez a luta mais emocionante da série, entre Shichika e Sabi Hakuhei (até então o maior espadachim do japão) não tenha sido exibida. Vou explicar: no final do episódio 3, foi apresentado o preview do episódio 4, no qual Shichika lutava com Sabi Hakuhei (o grande espadachim que Togame havia contratado para recuperar a espada Hakutou Hari e que ficou com ela após adquirí-la).
Luta de Shichika contra Sabi hakuhei
Este preview mostrou cenas incríveis da luta, na qual um tubarão chegava a ser cortado ao meio (olhe a imagem a baixo); entretanto, o episódio 4 praticamente em sua totalidade se focou na irmã de Shichika, Nanami; sendo que no finalzinho dele apenas aparece Shichika e Togame discutindo sobre como a luta dele contra Sabi havia sido difícil enquanto os dois comiam dangos numa lojinha a beira da estrada. Quem dera o estúdio fizesse um OVA com essa luta...
Cena da luta entre Sabi Hakuhei e Shichika, a qual não foi exibida no anime...
Comentários Finais:

Katanagatari é um anime extremamente bem feito, o que faz sentido, visto que para cada episódio houve pelo menos 1 mês de tempo de preparação. Essa quantidade de tempo resultou numa ótima combinação de som e visuais assim como de narrativa, desenvolvimento dos personagens e cenas de ação. Katanagatari é uma obra de arte que eu recomendo fortemente à todos.

Até meu próximo post!

6 comentários:

  1. Tudo bem Dan-Sama!?


    (Trecho Um => "Generalizações de/Vocábulos a partir de 'gataris'";Pontos sobre a "Raposa Branca[White Fox]";Bahasa Palus-incompleto-)
    Katanagatari,ou seja,a composição justaposta de 'Katana'(Espada,referindo-se a espada usada como padrão pelos samurais -Vide a Katana Masamune,http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/62/Katana_Masamune.jpg,brilhando e exibida em alta resolução.-) com mais 'Gatari("Conto",numa das traduções de possível correspondência),fica pois "Contos da Espada" aproximadamente...
    Vejo-me aqui falando do nome mais como uma forma de memeorizar o nome "KA-TA-NA-GA-TA-RI" porque outrora já tinha escutado referências a esse caprichoso anime{Entenda-se como 'capricho' as exibições de cada episódio,sendo um(1) por mês e que iria até um período reticente desconhecidamente,na vez sabida que seriam doze(12).Outro 'capricho' era,noutras palavras,a notada arte com as intensas colorações,entre outra(s) mais impressões visuais.}.Contudo,na época que eu me lembre não o encontrei completo no formato desejado e também após me esqueci do nome do anime:Só o que conseguia lembrar era o do "-Gatari",e dái com tantos "- gatari(s) -> Bakemono-(Season1),Nisemono-(Season2),Kizumono-(Season3 que no caso ocorreria de ser o Movie a passar em 2012 nos cinemas japoneses,mas até que chegue de forma "palpável"...Sabe-se,não é..? =P),Nekomonogatari Kuro-(Parte que fecharia a quadrilogia da sequência)" e Kimi Mono-(Tá,essa última é o terceiro encerramento de Naruto Shippuuden traduzido como "História Sobre Você" e que trata básico e quase que exclusivamente do Sai.Cantado pela voz aguda de "Little by Little com letra e legendado em português - http://www.youtube.com/watch?v=AzQNO8cRcSs -").Enfim,muitos '-gataris' genéricos a se lembrar para um interesse despertado ocasionalmente...

    Como estúdio o link indicado na Wikipédia inglesa é relativamente novo,tal como o sucinto texto dado relata.E no que se refere ao White Fox Ltd,seus trabalhos relativos a animes denotam um princípio de foco em animações em que o mundo em diferentes eras passa ou tenta evitar um processo de colapso desencadeado por diferentes maneiras,exs: Jormungand & Jormungand2(Segunda Temporada anunciada para Outubro,enquanto a primeira fora em Abril desse ano de 2012) com a questão de quixotesca missão rumo a tentadora Paz Mundial VS um entralece oponível surge;Tears to Tiara no equivalente a uma Idade Média,onde um salvamento de um sacrifício que amansaria um periculoso demônio inicia uma aventura grupal com ares de épico;Kanagatari nessa jornada que viria(?) a ser resolvida no decorrer de um ano que mista escolta da senhorita Togame "CHEERIO!"(risos) a um crescimento em diversos sentidos;e em "Stein's Gate" onde se apresentam um cenário pós-desastroso,uma invenção misteriosa,uma chance de mudar e uma organização com propósitos dubitáveis no encalço do grupo.
    Detalhe: Em uma rápida olhada "o contorno" da Raposa Branca(WhiteFox),leva a crer que é um WhiteRabbit(Coelho Branco),tal qual de 1:18 a 1:23 minutos da Opening1,Tasogare no gekka performada por Yousei Teikoku.

    E quanto as músicas..?Primeiro tem a "Bahasa Palus" que me lembra um som tribal com um arranjo tão exótico e inspiradamente pop,como os que já tinha visto em: Yume no Shima Shinen Kouen,Opening do 'cult' "Paranoia Agent[http://www.youtube.com/watch?v=-anabfAg06U]";e anteriormente no cruelmente medieval de Berseker como na Original Soundtrack sinistra denominada "Earth"[http://www.youtube.com/watch?v=8Ak_jATqoRc&feature=related].Voltando a Bahasa Palus,e agora...é "Canção da Espada Mensal?","Canção da Espada Lunar?Pois o calendário lunar era e é muito utilizado em uma pá de culturas para a contagem dos dias etc.

    (Bahasa Palus continua no "Trecho Dois"...)
    Vejo-te depois!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeira resposta para a primeira parte do comentário:
      Nossa, quantos "gatari"s hein? Fui uma boa análise a tradução do título para "Contos da Espada", isso faz uma ponte bem grande com as falas da narradora, uma senhora de voz doce que abre e fecha os episódios narrando o que está ocorrendo com os protagonistas assim como o que está por vir. Essa ponte com "contos" é reforçada pelo fato de que ela encerra cada episódio com "a história desse mês acaba aqui". Gosto bastante dessas duas músicas que sugeri( "Bahasa Palus" e "月刀歌", chutaria como título para essa última "canção mensal da espada"), procuro imaginar enquanto as ouço cenas como montanhas no tibet e templos budistas com monges treinando ( não sei exatamente o porque, mas é mais ou menos essa imagem que essas músicas me passam).
      Fim da primeira parte.

      Excluir
  2. Tudo bem Dan-Sama!?(2)


    (Trecho Dois => Bahasa Palus -fim & Versão Remix-;Aberturas & Enceraamentos,Togame,"Crítica à postagem".)
    Para musicar toque "http://www.youtube.com/watch?v=6wzXxTQeq58".
    Continuação -> ..."Ademais,esse som "xamânico de guerra" conjuntamente com esse rap e as vozes silabando ao fundo são altamente sugestivas e com a memória(emocional também
    no seu caso) de ve ficar ainda mais legal e estimulante pacas.Observação: O "Palus" de "Bahasa Palus" se forçaria pelo uso a ser entendível como "Plus".
    E sobre os Encerramentos como um todo,pelo que vi,os encerramentos de 1 ao 11 mostram :A passagem dos meses,tendo em vista os aspectos característicos das estações,e contando com a sempre presente pedra onde eles{Shichika e Togame} se sentam de costas{às vezes totalmente e outras um pouquinho mais de lado} e demonstram pela proximidade corporal e pela direção onde olham o grau da relação em que passo anda a dita relação dos dois,o cair das petálas levadas por uma corrente de vento para a esquerda e os créditos subindo na mesma esquerda.Aliás,para conseguir reconhecer por nomes todas as flores e por acaso uma linguagem que as mesmas possuiriam tem que ter certo conhecimento de botânica e uma memorização.* Nota: O ED12 mostrando os efeitos de batalha...
    Já nas duas Aberturas,o teor artístico da primeira(1-7) tem sua "conjunturas surreais" e simbolistas em que estão a "dupla do bem",Yasuri Shichika & Togame,e à espreita estão algumas figuras veladas se escondendo.Sente-se que eles(os dois ditos) estão a se preparar e a serem observados atentamente.E quanto a segunda abertura,"Complicações do 'Arco Final'",tem "ritmos sortidos":A calmaria da paisagem noturna,o olhar calculista e malicioso dos antagonistas,a expressão pensativa e decidida dos mocinhos.Tudo isso ao som típico de ALI PROJECT.
    Quanto a quem as canta,isto é,canta as aberturas e/ou encerramentos,reconheço alguns deles(ou mais ou menos =P) de nome,exemplos: Minami Kuribayashi[OP 01 :"Meiya Kadenro"],ALI PROJECT[OP 02:"Katana to Saya" e
    ED06: "Yuki no Onna"],Yukari Tamura[ED05: "Ai to Makoto"],Annabel[ED09: "Akashi"],Faylan[ED11: "Borei-tachi yo Yabo no Hate ni Nemure"] e Minami Kuribayashi[ED12: "Toki Sude ni Hajimari o Kizamu".E pelo visto,a forma mais fácil de conseguir o Full Size diretamente é através dos links,http://gendou.com/amusic/?filter=Katanagatari,pós o cadastro.

    E em relação a Togame,como ela é: Convencida{"Yasuri Shichika,eu permito que se apaixone por mim!} e Fanfarrona{Usando "Chest!(Adeus)",aí adaptando ao estrangeirismo ="Cheerio!".E então o que ela faz..?Corrompe o significado constrangedor da interjeição e a espalha pelo Japão antigo.}.
    | Nota para Kaname: - Ah;Kaname!Não se prenda a esses trechos de seu "dossiê" porque acredito que esses traços podem não representar sua totalidade e em um ano com uma jornada dessas {"Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Romance"} muita água pode rolar debaixo dessa ponte.

    Referente a postagem,onde a imagem se encontra com o texto,como corriqueiramente,há uma queda no mostrar do conteúdo.*Observação: Na "ED02: 'Refulgence' por Shoujobyo",penso que tenha a esquecido devido ao tamanho do post na mesma linha de "ED 01: "Tasogare no Gekka"por Yousei Teikoku".E do ponto de vista positivo,teve êxito em enumerar em separado ou juntamente as
    peculiaridades desenvolvidas de Katanagatari[Trilha sonora,e ressaltos do que representa os muitos gêneros(Ação,Aventura,Fantasia,Artes Marciais,Sobrenatural,Romance)].E claro,o espetáculo visual que é a animação remetente inúmeras vezes à folhas,flores,petálas,paisagens e afins.E embora receosamente não tenha lido certas partes relacionadas à estória,pelo dito acima,o entendi como Muito Bom,mas pela marcação ficou "Bom". :P


    Vejo-te depois!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parte 2 da resposta:
      Só reparei depois de ler o seu comentário que o ED01 e o ED02 ficaram na mesma linha, já arrumei isso; em posts grandes algumas coisas acabam escapando da revisão.
      Katanagatari é um anime com muitas músicas de abertura e encerramento (êfase para o último) e uma trilha sonora animada que reflete o gênero de "ação" e "aventura" do anime. Com tantas músicas, tem sempre alguma que vai se adequar melhor ao gosto do freguês; eu por exemplo gosto muito das músicas do ALI PROJECT, banda que já conhecia de longa data.
      Além de muitas músicas, "Katanagatari" se enquandra em muitos gêneros, porém não de forma negativa; como se o fizesse apenas para aumentar o número de elemtos da série e abranger um maior público. Muito pelo contrário, a perfeita sincronia de elementos que compõe o anime acabam fazendo-o se enquadrar em vários gêneros (Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Romance), isso só reflete como o anime possui uma história muito bem bolada com um ótimo entrosamento de seus elementos.
      Fim da parte 2.

      Excluir
  3. Tudo bem Dan-Sama!?(3)


    Voltando aqui rapidinho para indagar uma coisa relacionada ao movimento da blogosfera:,"Corrente de Reviews".E sob a forma do "Post Scriptum{P.S.}" abaixo,lá vai:
    *Post Scriptum:Não sei se deu conta,porém Katanagatari é a indicação do "Super Mundo Robô" de Diogo Prado,http://www.supermundorobo.com/2012/08/corrente-de-reviews-magic-knight.html#more, ao "Only Good Animes(http://onlygoodanimes.wordpress.com/2012/08/08/corrente-de-reviews-katanagatari/#respond)" durante a Corrente de Reviews. =]
    A mensagem seria a seguinte :[...]"Pra galera do Only Good Animes,indico o Katanagatari ! Com tanto animes pro aí, quando vejo um que não seja de robôs mas tenha a estética e/ou roteiro interessante,fico procurando motivos pra assistir.Espero que me convençam :)"[...]
    E como nota final a título de curiosidade,o vídeo que indica a Original Sound Track é um dos mesmos dentre os que compartilhou conosco(excetuando a parte do link que indica o "embedded...","&feature=player_embedded#!",do vídeo musicado).Sinalizando com isso,uma reação
    recorrente do que Bahasa Palus provoca a quem acompanha as aventuras dessas histórias baseadas em "Espadas,Katanas,que não são tão 'espadas' assim"...E antes que me esqueça,ainda não li o post do "OnlyGoodAnimes",ou seja,o primeiro review desse anime é o seu. ^_^


    Vejo-te depois!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que interessante, bem, Katanagatari é realmente um bom anime para se recomendar à alguem; se o "OnlyGoodAnimes" precisar de uma referência para o review deles já fica o meu review aqui.
      Deixei para agradecer pelos comentários na parte final da respota, então aqui vai:
      Obrigado pelo comentário!
      E até mais!

      Excluir